Seguidores

domingo, 4 de setembro de 2011

Sem palavras


Meus pensamentos são estrelas
Cadentes, que incendeiam
Um Fogo que queima lento
Versos sem palavras
Ao vento...

Meus pensamentos são flores
Alfazema em palavras
Curtas, pequenas,
Heras, amores
E...
No meu peito de pedra
Chuva aqui dentro
De palavras que inundam
Versos sem palavras
Ao vento...
(©by Adilson S. Silva)

10 comentários:

  1. Que belo poema, desde Ribadavia, lugar do vinho Ribeiro e de poetas, te leio frente ao rio Ávia, abçs e parabéns por tão belo texto.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Concha ....abraços para este lugar de poetas ...

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Adilson,

    Agradeço o seu comentário no meu blog.
    Ligeiro, intenso, igual.

    Abraço de luz.

    ResponderExcluir
  4. É um belo poema.
    Os pensamentos as vezes são assim,como você descreveu de uma linda maneira.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Obrigado amigas ..pelos comentarios .... em breve farei uma visita ... abraços

    ResponderExcluir
  6. Adilson

    Que lindo poema que espelha o valor e a necessidade dos silêncios. Adorei!

    bjs
    Anne

    ResponderExcluir
  7. Que seus pensamentos continuem estrelados, floridos e perfumados. Gostei muito!
    Um abraço
    oa.s

    ResponderExcluir
  8. Obrigado pela visita ... e gentis comentarios ... abçs

    ResponderExcluir
  9. Pensamentos são estrelas e flores também...belos são seus pensamentos amigo poeta Adilson, para serem versos atirados ao vento. Porque não atirados ao amor?
    Linda a sua forma de escrever. Parabéns.
    Abraço amigo e bom fim de semana.

    ResponderExcluir