Seguidores

domingo, 3 de outubro de 2010

Flores de outono...

(Uma Ode à flor de maio)

Nestes dias de outono,
Tingidos de Lilás,
Uma alma se prepara
Para chegar.
Nessas madrugadas de outono
As folhas que caem
Não caem sem vida
São pelo orvalho umedecidas,
Fecundam a chão,
Trazem um olhar à luz.
A vida é um grande mistério,
Enchem meus olhos de espanto,
Essas coisas que encontro e seu encanto,
Nessa natureza mágica e encantada.
O outono, meus pensamentos,
São nesse momento o meu sentir
E o meu canto para ti.
Ah, folhas de outono,
Que bailam suavemente para cair,
Anunciam a tua chegada
E fazem a flor de maio surgir.
(@by Adilson S. Silva)

Um comentário:

  1. Que lindo poeta Adilson! Maravilha, parabéns e uma excelente semana. Ceiça Lima.

    ResponderExcluir