Seguidores

terça-feira, 2 de junho de 2015

Orfandade…


As noites com suas formas inacabadas
brincam com esse oceano de palavras órfãs
desde que partiste…

Quem ouvirá o silêncio quando todos dormem?
Herança do fugaz do amor…

(Adilson Shiva)



Orfandad…
Las noches con sus formas inacabadas
juegan con ese océano de palabras huérfanas
desde que partiste…

¿Quién oirá el silencio cuando todos duermen?
Herencia de lo fugaz del amor…

(Adilson Shiva)

6 comentários:

  1. Olá, Visitei e adorei o seu blog. Gostei muito dos seus textos e li vários trechos da sua exposição e conteúdo. . Fiquei bem animada e daqui pra frente, estarei sempre por perto vendo as novidades.
    Venha conhecer o meu Blog também. Tenho certeza que vai gostar http://www.oslivrosdaminhabiblioteca.blogspot.com.br/
    Um grande abraço. NILDA

    ResponderExcluir
  2. Olá, Visitei e adorei o seu blog. Gostei muito dos seus textos e li vários trechos da sua exposição e conteúdo. . Fiquei bem animada e daqui pra frente, estarei sempre por perto vendo as novidades.
    Venha conhecer o meu Blog também. Tenho certeza que vai gostar http://www.oslivrosdaminhabiblioteca.blogspot.com.br/
    Um grande abraço. NILDA

    ResponderExcluir