Seguidores

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Paciência

O tempo se esconde na chuva,
Segue preguiçosamente lento
Enquanto a natureza descansa.

As goteiras dos beirais marcam o compasso
Da chuva dançando ao vento,
Caindo mansa no telhado...

A chuva esconde o sol,
Como tu, teus pensamentos.
E, teus desejos o arco-íris revela,

Como tudo o que vai detrás das nuvens:
O Vento, o sol, o tempo e,
Palavras que a chuva fala – Paciência

(©By Adilson S. Silva)

6 comentários:

  1. Poema e imagem lindos...Parabéns poeta...Abraços...

    ResponderExcluir
  2. Tudo aqui é lindo,poeta!É da gente se perder,a ler...
    Ontem só li...
    Parabéns pelo Blog!
    maria(mar)

    ResponderExcluir
  3. E a paciência que a chuva escreve, é linda demais... sente-se a cada gota que caí em nós.
    Parabéns poeta!
    abraço
    cvb

    ResponderExcluir
  4. Obrigado a todos pelos gentis comentarios... abçs

    ResponderExcluir
  5. Paciência é a beleza dos versos..
    como diz

    Como tudo o que vai detrás das nuvens:
    O Vento, o sol, o tempo e,
    Palavras que a chuva fala – Paciência

    Hoje chove em Pasargada, pelo visto
    somos quase vizinhos.

    Aguardo voce no meu espaço onde
    falo sobre falso moralismo, será
    um prazer te-lo por la.
    Bjs

    ResponderExcluir